Wtricks • Tutoriais e Dicas do Mundo Digital

Conheça algumas das mulheres que protagonizaram a História da Tecnologia

Hoje, dia 08 de março, é o Dia Internacional da Mulher, esta data é tida como um símbolo da luta das mulheres por igualdade de direitos

Por: Carlos Sabo Cantanzaro • 08 março às 21:24 na Categoria: Curiosidades comentários
A+ A- T T T OpenDyslexic

Hoje, dia 08 de março, é o Dia Internacional da Mulher, esta data é tida como um símbolo da luta das mulheres por igualdade de direitos, principalmente no âmbito trabalhista. Porém, muito mais que isso, o Dia da Mulher representa o empoderamento feminino, representa a luta por igualdade de gênero e por direitos que contribuem para uma sociedade melhor e mais humana, não só no dia 08 de março, mas todos os dias.

Desse modo, a luta das mulheres, é uma luta de todos nós, sem distinção, pois antes da definição de gêneros, somos seres humanos e sendo assim, devemos buscar um mundo melhor e mais igualitário para todos.

Para demonstrar um pouco dessa luta diária, separei essa lista, com algumas das maiores contribuições das mulheres para a tecnologia. Essas mulheres, assim como várias outras ao longo da História, desafiaram os padrões de sua época para lutar em prol de um mundo melhor para todos, e o resultado dessa luta é usufruído por nós até hoje no nosso cotidiano, muitas vezes sem o merecido respeito ou crédito.

Augusta Ada Byron – Lady Lovelace, também conhecida por Ada Lovelace

Ada Lovelace foi uma das figuras mais proeminentes e pioneiras na história da tecnologia. Ada nasceu em Londres em 1815 e faleceu em 27 de novembro de 1852, aos 36 anos de idade.

A maior contribuição de Ada para o mundo da tecnologia, foi a escrita do primeiro algoritmo para ser processado por uma máquina, a máquina analítica de Charles Babbage, que é historicamente, uma das primeiras tentativas de se construir um computador.

Além disso, Ada se mostrou acima de seu tempo, por ter uma visão revolucionária, que via nas maquinas um potencial além do analítico e mero processamento de números e dados, algo que é realidade nos dias atuais e totalmente inconcebível em sua época.

Muitas linhas históricas do estudo da Tecnologia, como a do livro “Os Inovadores” de Walter Isaacson, colocam Ada Lovelace como o pontapé inicial da inovação tecnológica computacional.

As garotas do ENIAC

Nessa lista não é só uma mulher que fez a revolução, mas sim, seis, conhecidas como “as garotas do ENIAC”, Kathleen McNulty, Mauchly Antonelli, Jean Jennings Bartik, Frances Synder Holber, Marlyn Wescoff Meltzer, Frances Bilas Spence e Ruth Lichterman Teitelbaum. Essas mulheres fizeram uma contribuição incrível para as tecnologias que usamos até hoje.

As Garotas do ENIAC

Tudo começou durante a Segunda Guerra Mundial, na Pensilvânia, onde uma equipe composta por oitenta mulheres faziam cálculos a mão para traçar a trajetória de misseis.

Dessas oitenta mulheres, seis foram selecionadas para participar do projeto ENIAC, sigla em inglês para “computador integrador e analisador numérico eletrônico”, o objetivo era criar o primeiro computador eletrônico e digital capaz de fazer cálculos e analisar dados.

O papel dessas mulheres revolucionárias era programar esse computador, em uma época que não existia linguagens de programação, softwares, ou sistemas operacionais. Apenas alguns modelos e diagramas de como fazer a coisa toda. Modelos esses, que inclusive forma possíveis graças as contribuições de Ada Lovelace, citada acima.

Porém, até meados de 1990, nenhuma delas levou crédito pelos feitos no ENIAC, que contribuíram muito para as tecnologias atuais. Existem algumas fotos delas no ENIAC, porém, sempre descritas como meros “atrativos” para embelezar as fotos, tal como era feito em anúncios de geladeira. Triste não?

E se você acha que até aqui foi pouco, fique sabendo que a contribuição das mulheres para a tecnologia foi além do nosso planeta, elas também chegaram a lua! O que nos leva a nossa próxima protagonista da História da Tecnologia.

Margaret Heafield Hamilton

Nascida em 17 de agosto de 1936 e com um currículo invejável, Margaret era cientista da computação, engenheira de softwares e empresária. Além disso, ela foi diretora da Divisão de Softwares do Laboratório de Instrumentação do MIT. Ela e sua equipe foram responsáveis por desenvolverem o programa de voo usado no projeto Apollo 11, a primeira missão tripulada à Lua. Além de tudo isso, ela ainda leva o crédito por ter cunhado o termo “Engenharia de Software”.

Grace Hopperr

Se você é programador em qualquer linguagem, ou tem familiaridade com a área de TI, já deve ter dito ou ouvido alguém falar que alguma coisa deu um “bug”. Pois bem, dentre as inúmeras contribuições de Grace Hopper para tecnologia, o termo “bug” foi uma delas.

Em 1945, enquanto escrevia um programa para o Mark I, inesperadamente, a máquina parou de funcionar, ao tentar encontrar o problema, o que era muito difícil na época, pois a máquina era um verdadeiro monstro cheio de circuitos e fusíveis, Hopper achou uma mariposa (bug) interrompendo os circuitos da máquina e, ao retirá-la a máquina voltou a funcionar. Esse processo ficou conhecido até hoje como “debugging”, que é o processo de procurar erros em um código, os famosos “bugs”.

Mas não foi só isso que Grace Hopper fez pela tecnologia, ela também foi a criadora da linguagem de programação Flow-matic, hoje extinta. Porém, está linguagem serviu como base para outra, a famosa COBOL, usada até hoje em alguns sistemas de bancos pelo mundo.

Hopper também teve participação ativa na criação do COBOL, pois foi ela a responsável por criar o primeiro compilador da linguagem. Sendo assim, de fato ela foi responsável pela primeira criação da linguagem de computação a se aproximar da linguagem humana ao invés da linguagem de máquina.

Vale lembrar que na época das “Garotas do ENIAC” a linguagem de programação era feita por cartões perfurados e não com instruções semânticas como é hoje em dia, assim, as contribuições de Hopper para a tecnologia mudaram bastante essa realidade.

Hopper faleceu no dia 1 de janeiro de 1992, porém, durante toda sua vida, ela ganhou diversos prêmios por suas contribuições, o que a posiciona como uma das mulheres mais proeminentes História da tecnologia até hoje!

E por fim, quero apresentar para você mais uma notável, não uma cientista e sim uma atriz hollywoodiana, e por que ela está nessa lista? Simples, ela criou algo que você usa até hoje!

Hedy Lammar

Se você usa telefone celular, Wi-Fi e GPS, saiba que você deve muito à Lammar, isso porque a atriz, em suas horas vagas, desenvolveu um sistema secreto de comunicação para controlar torpedos via rádio. (Coisa bem divertida para se fazer nas horas vagas). Essa tecnologia foi usada como base para o desenvolvimento da telefonia celular, do Wi-Fi, Bluetooth e GPS.

Então muito obrigado Hedy Lammar!!

Estes foram apenas alguns exemplos do papel de muitas mulheres na tecnologia, infelizmente, muitas mulheres ficaram de fora da lista e muitas outras não receberam os devidos créditos até hoje.

Justamente por isso, hoje dia 08 que não é um dia de celebração e sim um dia para reforçar a necessidade de lutar pelos direitos das mulheres. Deixo aqui o meu muito obrigado à contribuição de todas elas, mesmo as que não estão na lista, pelo grande bem que fizeram ao desenvolvimento humano e tecnológico ao longo da nossa história.

E nos dias atuais?

Hoje, infelizmente as mulheres ainda são minoria nos cargos de desenvolvimento e liderança do setor tecnológico. Porém, essa é uma realidade que vem mudando de forma acelerada graças aos movimentos sociais e as quebras de paradigmas diárias que a internet e a inclusão têm permitido.

Então, apesar de ainda não ser o cenário ideal, temos algumas mulheres proeminentes que estão à frente de grandes empresas, dentre elas estão:

Shery Sandberg

Diretora de operações do Facebook e uma das 100 pessoas mais influentes do mundo, além disso, foi a primeira mulher a participar do conselho administrativo do Facebook.

Susan Wokcicki

CEO do YouTube desde 2014, além disso, ela já foi citada várias vezes como umas das figuras mais importantes da publicidade e é frequentemente listada no ranking de mulheres mais poderosas do mundo.

Ruth Porat

Diretora financeira da Alphabet, a Alphabet é o grupo responsável por gigantes como o Google e YouTube e Porat é a responsável pelas finanças do grupo desde 2015, além disso ela também já passou por empresas como Amazon, Ebay e Netscape.
Ela também já foi convidada pelo ex-presidente Obama, a ser vice-secretária do Tesouro dos Estados Unidos. Oferta que declinou por conta de ter outros projetos profissionais em mente.

Existem várias outras mulheres importantes no mundo da tecnologia atualmente, porém ainda bem pouco se comparado ao número de homens, justamente por isso, espero de coração, que cada vez mais o mundo se torne um lugar equilibrado e melhor para todos, indiferente do seu gênero, raça, opção sexual ou credo.

E por fim, deixo novamente meu muito obrigado a todas as mulheres que ajudaram a moldar o mundo e ajudam até hoje e dedico esse artigo a todas as outras mulheres, pois é no ombro dessas gigantes que vocês devem se apoiar para ter uma visão mais ampla do mundo, que afinal, é todo de vocês!

DEIXE SEU COMENTÁRIO